AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO = CONFLITO?

25 Março 2021

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO = CONFLITO?

A Avaliação de Desempenho não é necessariamente sinónimo de conflito. De facto, na implementação da primeira edição do sistema de avaliação de desempenho, pode surgir resistência por parte de alguns colaboradores, mas tal é uma consequência normal de qualquer processo de mudança.

A gestão desse conflito é o fator que faz toda a diferença e permite que o conflito seja considerado algo benéfico para a organização, com intuito de direcionar a mesma, como um todo, para os seus objetivos estratégicos.

Para minimizar o conflito desde a fase 0, o sistema de avaliação de desempenho deve:

→ 1. Ter uma estrutura justa;
→ 2. Ser reconhecido pelos colaboradores;
→ 3. Ter objetivos exequíveis;
→ 4. Traduzir-se em impactos na organização.

Numa segunda fase, o conflito pode ser minimizado através da sua microgestão. Tal consubstancia-se em incutir uma filosofia de melhoria e feedback contínuos na cultura organizacional ou a adoção de outras medidas que permitam minimizar o conflito ou aproveitá-lo a favor da organização.

Assim, a avaliação de desempenho não precisa de ser vista como o inimigo n.º 1 numa empresa.

 

beneficio-avaliacao-desempenho

Este foi o tema de discussão no webinar do passado dia 24 de março, no qual foi apresentada a metodologia do Sistema de Avaliação de Desempenho no âmbito do Alto Minho 4.0. Esta corresponde a uma avaliação assente numa matriz de dupla entrada onde por um lado são avaliadas as competências e por outro lado, é avaliado o cumprimento de objetivos.

O webinar contou com a participação de Filipa Barreto, Diretora Geral da BMVIV que partilhou o porquê de ter implementado um sistema de avaliação de desempenho, quais as dificuldades enfrentadas e os benefícios sentidos, apesar da sua adoção recente.

Para (re)ver pode aceder através do link https://www.youtube.com/watch?v=KoOHvaA2Ukc

Edite Rodrigues
Estratégia & Desenvolvimento