QUALIDADE E OTIMIZAÇÃO

05 Junho 2020

QUALIDADE E OTIMIZAÇÃO

No âmbito do projeto Alto Minho 4.0 promovido pela CEVAL – Confederação Empresarial do Alto Minho estão a ser realizados um conjunto de webinares relativos aos módulos que constituem este projeto de qualificação de PME do Alto Minho.

No passado dia 3 de junho, o módulo abordado, por Bruna Parente da Multisector, “Qualidade e Otimização” incidiu sobre metodologias de qualidade que são possíveis de implementar através do projeto Alto Minho 4.0.

webinar-qualidade-otimizacao

O conceito de qualidade assenta em garantir a satisfação dos clientes através do cumprimento das necessidades e expectativas dos clientes e dos requisitos legais, por isso, atualmente, estamos na era da qualidade total. Em que todos os colaboradores têm de estar envolvidos no processo de qualidade e contribuir para o aperfeiçoamento contínuo do sistema de qualidade.

No contributo para o alcance da qualidade total surgiram metodologias e ferramentas que proporcionam a implementação da qualidade nas organizações, nomeadamente, as normas ISO, a filosofia LEAN e ainda o modelo EFQM.

As normas ISO, que abrangem os mais diversos setores de atividade, são relevantes para apoiar a inovação e fornecer soluções para os desafios globais das empresas. A sua aplicação é carácter voluntário bem como a certificação, exceto se existir um diploma legal.

A filosofia LEAN que consiste na redução ou eliminação de desperdícios nos processos das empresas, desperdícios esses que resultam da identificação de atividades desnecessárias, desniveladas ou realizadas em esforço.

O modelo EFQM que é um guia de gestão abrangente, na sua versão atual, assenta em três pilares, a Direção (Porque existe a organização?), a Execução (Como pretende a organização cumprir o seu propósito e a sua estratégia?) e os Resultados (O que alcançou até hoje? O que pretende alcançar amanhã?).

A implementação de metodologias e ferramentas da qualidade nas organizações traduz imensas oportunidades de melhoria, a nível da performance produtiva, financeira, comunicacional mas também em resultados pelo envolvimento dos colaboradores, com a finalidade de aumentar a satisfação dos clientes.

Com o projeto Alto Minho 4.0 torna-se mais fácil a implementação da qualidade nas empresas da região na medida que o investimento é 50% a fundo perdido, bem como existe um plafond disponível para a certificação. Se é uma PME localizada no Alto Minho não perca esta oportunidade, entre em contacto com a Multisector.