CAPACITAÇÃO E DIGITALIZAÇÃO DO TECIDO EMPRESARIAL

28 Setembro 2018

CAPACITAÇÃO E DIGITALIZAÇÃO DO TECIDO EMPRESARIAL

A Multisector tem como missão dinamizar o tecido empresarial e identificar oportunidades que promovam o desenvolvimento do mesmo.

Foi neste sentido que abordou as associações empresariais CEVAL – Conferação Empresarial do Alto Minho e APF – Associação Portuguesa de Fundição para com elas desenvolver um plano de ação modular de várias naturezas e adaptável às necessidades das empresas, focado na implementação de tecnologias e soluções especializadas na Capacitação e Digitalização de processos e Estratégia empresarial.

Nascem assim dois projetos:

 

1.

ALTO MINHO 4.0, promovido pela CEVAL para alavancar a competitividade, a capacitação e digitalização das PME da região.

ceval

O ALTO MINHO 4.0 consiste no desenvolvimento de atividades que permitam aumentar a competitividade global das PME envolvidas, através da introdução das melhores práticas (benchmarking), novas metodologias organizacionais, de estratégia e suporte à digitalização do negócio através do recurso a TIC para desmaterialização de processos.

O objetivo é apoiar um primeiro grupo de PME que seja uma referência de Boas Práticas para a transversalidade do tecido empresarial e através da disseminação dos resultados promover o investimento das empresas neste domínio, contribuindo assim para o desenvolvimento sustentável da região.

O Plano de Ação é versátil e adaptável às necessidades das empresas de acordo com o seu estado de maturidade no novo paradigma da Economia 4.0, permitindo que estas acedam de forma competitiva a serviços e soluções de digitalização em estado de arte e em condições competitivas. O público-alvo do projeto são as empresas de todos sectores de atividade do Alto Minho.

 

2.

ECOMETAL 4.0 promovido pela APF para impulsionar o desenvolvimento sustentável, a competitividade e digitalização das PME do sector da metalurgia.

apf

O ECOMETAL 4.0  foi desenhado a pensar na incorporação dos princípios de ecoeficiência, da economia circular e transformação digital nas empresas, como forma de promover a competitividade das mesmas no setor da fundição, acelerando o processo de revolução 4.0. pela introdução de serviços e soluções tecnológicas em estado de arte nestes domínios.

O Plano de Ação está focado na implementação novos métodos organizacionais, tecnologias e soluções de Economia Circular e Transformação Digital, passando ainda pela Eficiência Energética, com vista não apenas a capacitar as organizações para os novos paradigmas da economia, mas também a aumentar a competitividade global dos seus negócios utilizando as melhores práticas de inovação do sector (benchmarking).

O Projeto tem como público-alvo as PME industriais portuguesas do sector da metalurgia, nomeadamente empresas ligadas à fundição.

Ambos os projetos nasceram da constatação das dificuldades que as PME estão a sentir para se adaptarem à era da digitalização, não permitindo que estas materializem em resultados tangíveis as oportunidades e vantagens que a integração de tecnologias da indústria 4.0 premedita.

A Multisector para além de parceira nestas iniciativas colabora com as associações na elaboração das candidaturas deste dois projetos ao Sistema de Incentivos Qualificação das PME, na modalidade de Projetos Conjuntos.