CONTROLO DE GESTÃO E OS DESAFIOS DA INDÚSTRIA 4.0

16 Junho 2017

CONTROLO DE GESTÃO E OS DESAFIOS DA INDÚSTRIA 4.0

controlo-gestao

 

Um modelo de controlo de gestão permite definir instrumentos para monitorizar e avaliar as diversas vertentes de uma organização, sejam elas humanas, financeiras, operacionais ou comerciais. Na implementação deste modelo podem ser utilizadas ferramentas tecnológicas que visem garantir a correta execução de um plano de ação através de uma comparação de resultados com os objetivos estabelecidos.

 

A implementação de um modelo de controlo de gestão possui diversos níveis de profundidade, podendo ser aplicado de forma mais drástica, com impactos estruturais na organização, ou através de ações mais superficiais seguindo uma metodologia sistemática de melhoria contínua, permitindo:

 

Reduzir custos

Maximizar os níveis de produtividade

Melhorar a qualidade dos produtos

Evitar riscos e perdas antes que estas aconteçam

Tomar decisões fundamentadas e acertadas

Analisar toda a organização em tempo real e em qualquer lugar

São inúmeros os benefícios que uma empresa pode obter com a implementação de um modelo de controlo de gestão. Apesar de ser essencial adaptar o controlo de gestão à realidade de cada empresa, existem boas práticas transversais e necessárias para implementação bem-sucedida do controlo de gestão. Todo o processo deve iniciar-se com um diagnóstico à organização, uma análise de fatores críticos do negócio e a sua comparação com o sector. É com este diagnóstico que são identificadas as forças e fraquezas da organização que servirão de base para definir um plano de ação. Este plano é constituído por ações e medidas operacionais que muitas vezes podem ser insignificantes individualmente, mas em conjunto são o combustível da empresa para alcançar os seus objetivos estratégicos.

 

O modelo de controlo vem identificar métricas para cada uma das medidas operacionais [indicadores de performance (KPI)],  com os quais será possível monitorizar, controlar e avaliar a evolução da empresa face às metas (objetivos) definidas. Identifica problemas e desvios no caminho e atua em tempo real para evitar problemas e perdas de maior dimensão.

 

Muitas empresas têm os seus objetivos definidos (objetivos estratégicos), no entanto, só algumas sabem como lá chegar (plano de ação tático) e muito poucas sabem se estão efetivamente no caminho correto (Controlo de Gestão).

4ª revolução industrial (indústria 4.0) traz à atualidade ferramentas digitais  para uma análise facilitada e automatizada da grande quantidade de dados operacionais que circulam numa organização, que pelo seu grande volume esconde conhecimento relevante acerca da gestão operacional da sua atividade. A digitalização do negócio é o derradeiro passo a dar para elevar qualquer negócio para um patamar superior.

 

Conceitos como o Business Inteligence, Internet of Things ou Digital Costumer Experience não são jargões estrangeiristas apenas ao alcance de grandes empresas. A digitalização dos negócios têm permitido equilibrar o mercado, trazendo ferramentas que permitem às PMEs competir ao nível internacional em pé de igualdade com grandes organizações com elevada capacidade de investimento.

 

A implementação de um modelo de gestão suportado com ferramentas eletrónicas e tecnologias de informação é o pilar essencial da capacitação de uma Pequena ou Média empresa para este novo paradigma da digitalização da indústria.

 

Assim, o uso de sistemas de apoio à gestão como ERP e CRM, bem como sistemas de gestão de cadeia de valor como SCM permitirão visualizar as operações da empresa em tempo real. Estas ferramentas de centralização de informação operacional podem ainda ser combinadas com sistemas inteligentes ligados entre si (Internet das coisas) com equipamentos de medição, como sensores na planta de fábrica, permitem recolher dados em tempo real de qualquer tarefa, condições, responsáveis, movimentações, entre outras.

 

Assim, não só toda a informação da organização passa a estar concentrada e acessível graças às tecnologias de proximidade, como através da migração para o mundo virtual (Cloud), será possível construir bases de dados sobre todos os aspetos da organização, maximizando assim a eficácia na tomada de decisão baseada em dados. Não só a gestão terá um maior controlo sobre a sua organização, como os sistemas cyber-físicos poderão de forma autónoma tomar decisões em tempo real, prevendo e atuando em tempo real em falhas operacionais.

 

Gostaria de saber mais como a Multisector pode ajudar a sua empresa? Contacte-nos.

FacebookTwitterLinkedInGoogle+