PRETENDE REALIZAR INVESTIMENTOS AGRÍCOLAS E AGROINDUSTRIAIS?

12 Dezembro 2016

PRETENDE REALIZAR INVESTIMENTOS AGRÍCOLAS E AGROINDUSTRIAIS?

APROVEITE OS APOIOS DISPONÍVEIS

A autoridade de gestão do PDR 2020 iniciou um novo período de apresentação de candidaturas para quem pretende realizar investimentos na exploração agrícola e na transformação e comercialização de produtos agrícolas veja os detalhes dos novos anúncios um pouco mais abaixo, nesta mesma notícia.

Estes novos anúncios vieram acompanhados de algumas novidades relativamente aos anteriores, nomeadamente na alteração e/ou ajustes realizados aos critérios de avaliação e valorização dos projetos de investimento. No nosso entender, estas alterações apenas vieram clarificar (valorizando numericamente) alguns fatores que fazem parte da estratégia inicial do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente para 2014-2020.

 

No âmbito da ação 3.2.1 – investimentos na exploração agrícola – estes são os fatores de valorização:

 

Se é membro ou se possui um compromisso de integração num agrupamento ou organização de produtores;

 

 • Localização do investimento: se o investimento é realizado em zonas desfavorecidas, menos desenvolvidas ou zonas desfavorecidas de montanha (critério novo);

 

 • Se possui ou detém o compromisso de contratar seguro de colheita ou seguro de existências;

 

 • A natureza do investimento produtivo, se associados: à colheita e armazenamento de matérias-primas para alimentação animal; à utilização de tecnologias de precisão; a regadio; à segurança dos operadores de máquinas agrícolas (critério mais amplo);

 

 • Investimentos com impacto ambiental relevante: gestão e tratamento de efluentes e resíduos; proteção e melhoria da fertilidade dos solos; armazenamento, preparação e utilização de produtos fitofarmacêuticos; produção e utilização de energia renovável (critério mais amplo);

 

 • Modo de produção: exploração com certificação e sob controlo em modo de produção Biológico, Global GAP, integrada e DOP/IGP ou compromisso de adesão (critério novo);

 

 • Restruturação setorial – Candidatura com investimentos no setor do leite de vaca (critério novo);

 

  O projeto apresenta uma taxa interna de rentabilidade igual ou superior a 1,5% (TIR).

 

No âmbito da ação 3.3.1   investimentos agroindustriais – estes são os fatores de valorização:

 

  Ser organização de produtores reconhecida no setor do investimento ou compromisso de vir a ser; se cooperativa ou empresas em que mais de 50% da matéria-prima provenha da própria empresa ou das explorações dos seus associados; intervenções relacionadas com processos de redimensionamento ou cooperação empresarial (critério mais amplo);

 

  Localização do investimento: se o investimento é realizado em Territórios de baixa densidade, zonas desfavorecidas e regiões menos desenvolvidas (critério novo);

 

  Criação de novos postos de trabalho;

 

  Investimentos de eficiência energética e energias renováveis: investimentos associados à redução do consumo energético, à produção e consumo de energia renovável (critério mais amplo).

 

  Investimentos com impacto ambiental relevante: gestão e tratamento de efluentes e resíduos e outros investimentos não produtivos de caráter ambiental (critério novo);

 

  Inovação e Qualidade: investimentos que envolvam um produto ou processo de produção patenteado ou um novo produto que tenha um impacto superior a 50% no acréscimo dos proveitos da empresa, investimentos associados à participação da empresa num Grupo Operacional Registado; entidade com certificação global GAP, Norma ISO 22000 ou certificação em normas associadas à exportação (BRC e IFS) ou compromisso de certificação (critério novo);

 

  Restruturação setorial – Candidatura com investimentos no setor do leite de vaca (critério novo);

 

  Modo de produção: operador submetido (ou compromisso de submissão) a controlo em modo de produção Biológico, DOP/IGP (critério novo);

 

  Autonomia Financeira – critério valorizado para as empresas que já desenvolvem atividade com base no peso dos capitais próprios no ativo líquido da empresa (critério novo);

 

  O projeto apresenta uma taxa interna de rentabilidade igual ou superior a 1,5% (TIR).

NOVOS ANÚNCIOS DA AÇÃO 3.2.1 PARA INVESTIMENTOS NA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA SUPERIORES A 25 MIL €

São beneficiários elegíveis os titulares da exploração agrícola e que demonstrem a viabilidade económica financeira do seu projeto

Área Geográfica Elegível: Portugal Continental

Subsídio não reembolsável para investimentos elegíveis até 700 mil €

Subsídio reembolsável no que exceder o valor de 700 mil € até ao valor máximo de 5 milhões €

Taxas de apoio de 30 a 50% sobre o montante de investimento elegível (esta taxa será reduzida no caso de investimentos superiores a 500 mil euros)

 

7º Anúncio – Operação 3.2.1 – Investimento na Exploração Agrícola
Aberto de 9 de dezembro de 2016 às 12:00 a 31 de março de 2017 às 19:00
   Dotação Orçamental: 50 Milhões €

 

8º Anúncio – Operação 3.2.1 – Investimento na Exploração Agrícola – Apoio Específico para o Setor do Leite
Aberto de 16 de dezembro de 2016 às 12:00 a 31 de março de 2017 às 19:00
   Dotação Orçamental: 5 Milhões €

 

9º Anúncio – Operação 3.2.1 – «Investimentos na Exploração Agrícola» – Apoio Específico para o Setor do Leite – Reconversão de explorações agrícolas que abandonem a atividade de produção de leite de vaca
Aberto de 28 de dezembro de 2016 às 12:00 a 31 de março de 2017 às 19:00
   Dotação Orçamental: 5 Milhões €
      • 2,5 Milhões € para investimentos associados à reconversão para as atividades de produção de leite de ovelha e cabra
      • 2,5 Milhões € para investimentos associados à reconversão para outras atividades

 

Consulte aqui os detalhes da ação 3.2.1

NOVO ANÚNCIO DA AÇÃO 3.3.1 – INVESTIMENTOS NA TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS SUPERIORES A 200 MIL €

4º Anúncio – Operação 3.3.1 – Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas
Aberto de 9 de dezembro de 2016 às 12:00 a 20 de março de 2017 às 19:00

São beneficiários elegíveis, as Pessoas Singulares ou Coletivas legalmente constituídas à data de apresentação de candidatura, que incidam a sua atividade sobre a conservação, preparação e comercialização ou transformação de produtos agrícolas, cujo produto final resultante seja um produto agrícola, que possuem uma situação económica financeira equilibrada e que e que demonstrem a viabilidade económica financeira do seu projeto

Área Geográfica Elegível: Portugal Continental

Dotação Orçamental: 30 Milhões €

Subsídio não reembolsável para investimentos elegíveis até 1 milhão €

Subsídio reembolsável no que exceder o valor de 1 milhão € até ao valor máximo de 10 milhões €

Taxas de apoio de 20 a 45% sobre o montante de investimento elegível (esta taxa será reduzida no caso de investimentos superiores a 1 milhão €)

 

Consulte aqui os detalhes da ação 3.3.1

 

Apoiamos o desenvolvimento do seu projeto e da sua candidatura. Para conhecer melhor as oportunidades existentes entre em contacto com um dos nossos consultores:

Guida Mendes

Email: guida.mendes@multisector.pt

Telemóvel: +351 964 736 483

FacebookTwitterLinkedInGoogle+